PASTOR JORGE DE OLIVEIRA  
PENIEL
PENIEL

INTRODUÇÃO

Peniel é um lugar de encontro com Deus (Gn. 32:30)

• Lugar de sentir profunda dor pelos pecados.

• Lugar de confronto consigo mesmo e com Deus. Em Peniel Deus mostrará quem você é.

• Lugar de luta, de arrependimento, de guerra, de choro, de pranto. Em Peniel você irá ouvir claramente a voz de Deus. jamais esquecerá Peniel.

Peniel tem como objetivos principais:



1. Levá-lo ao arrependimento - nós tornamos seres   ..... desprovidos de humildade.

2. Levá-lo ao propósito certo - fazemos tantas coisas que Deus não mandou fazermos.

3.   Levá-lo a estar face a face com Deus - tudo muda quando vimos a Deus. Jacó esteve em Peniel e toda a sua vida foi mudada. Seu nome foi mudado de Jacó para Israel. Seu caráter foi mudado (ele era usurpador e seu nome de fato significava USURPADOR, MAU CARÁTER). Jacó sentiu profunda dor nesse lugar. Você também sentirá essa dor, porém sairá daqui completamente curado e com uma nova identidade. (2 Co. 5:17). Comente sobre a experiência de Jacó em Peniel.

Atenção

Você pode achar que a sua vida está bem, mas Deus irá mostrar se você está realmente bem ou não.

VEJAMOS O QUE ACONTECE EM PENIEL

1 - Somos confrontados



• Quando eu peco, abro uma porta de legalidade para Satanás entrar na minha vida.

Satanás entra com seu propósito: MATAR, ROUBAR E DESTRUIR (Jo 10:10).



• Todo confronto, quando há arrependimento genuíno, gera cura e libertação.



• Em Peniel você será confrontado com os princípios divinos que você quebrou. Você poderá avaliar a sua vida como Deus a avalia.



2 - Somos conduzidos ao arrependimento – PV; 28/13


• Diante da realidade dos nossos pecados, não podemos nos arrepender pela metade.

• Não podemos pensar que o sangue de Jesus é corno um cartão de crédito que usamos sem responsabilidade. (1 Jo 1:7 / Hb 6:4-6)

• Precisamos ser genuínos e sinceros diante do arrependimento. (1 Jo 1:8-9).

• Nós jamais enganaremos a Deus (SL 139)

• Arrependimento sem dor não é arrependimento. Precisamos sentir dor pelo pecado que cometemos. Quando o pecado é lembrado com dor, há cura.

• Arrepender-se é reconhecer o erro e decidir não fazê-lo mais. (SL 51:2-3). Quando renunciamos o pecado, arrancamos os argumentos do diabo (Col 2:12-15)

3. Somos desmascarados diante de algumas mentiras nas quais vivemos

1. Você tem mentido? (Ef 4:25 / Zc. 8:16-17)

2. Contado piadas indecentes? (1 Co 15:33 / Pv 26:18-19)

3. Tem omitido pecado (de roubo, sonegação de impostos, etc.)? (Ef 4:28)

4. Tem cobiçado (marido/esposa alheio(a), roupa, casa, bens, emprego, carro,

etc.? (Ex 20:17)

5. Tem se prostituído, se masturbado, tido pensamentos impuros, traído seu cônjuge, fornicado (imoralidade sexual)? (1 Co 6:9-10)

6. Tem sido grosso no falar, respondão, falador, maledicente, brigão? (CI 3:8- 9)

7. Tem sido sensual, indecente, defraudador? (1 Co 6:18)

8. Tem tratado o cônjuge e os filhos com violência, com espancamento? (Ef 4:31-32)

9.   Tem sido glutão, insubmisso, rebelde, desobediente? Não importa o que você fez, Deus lhe aceita em Peniel.



Muitos de nós somos doentes no físico por causa de problemas na alma (SI 3 2:3). Só conseguiremos ser - totalmente curados e libertos se confessarmos tudo. Você não pode confessar pela metade, nem confessar os pecados de só um tempo da sua vida. Você precisa confessar todas as coisas - desde a infância até ao dia de hoje. Lembre-se que você tem uma aliança com Jesus.



O processo de arrependimento começa através de um quebrantamento diante da presença de Deus: sentimos dores profundas por havermos ofendido ao Pai. Não se trata de remorso, trata-se de um sentimento interior, de um coração impulsionado a dar a volta, a retomar o caminho correto de acordo com a vontade do Pai, tal como fez o filho pródigo.

Observe


Você deve sentir a dor do seu pecado e confessar tudo ao Senhor. (Sl 51:1-4). O verdadeiro arrependimento acontece quando nos conscientizamos que, ao pecarmos, perdemos algo, e fazemos tudo para recuperar.



4. Somos comparados com o alguns exemplos bíblicos e confrontados por causa de nossos pecados



Atenção, ministrador: pergunte quantos querem ser segundo o coração de Deus.



Relate claramente os fatos abaixo:



Davi era um homem segundo o coração de Deus. Davi tinha liderança desde pequeno. O pai confiou o seu rebanho a ele. Davi cuidava com fidelidade dos negócios de seu pai.



• Davi tinha uma vida exemplar. Ele também era um adorador, descobriu o poder do louvor. Ele preservou a comunhão com o Senhor e foi colocado como rei. Este homem, com todas as suas características naturais, foi colocado no trono por uma decisão do Senhor (Deus nos faz ser o que Ele deseja que sejamos). Para alguém ser rei tinha que enfrentar a guerra e voltar vencedor.



• Hoje não passamos por batalhas físicas, mas por guerra espiritual (Ef 6:10-18). Todos nós fornos chamados para a mesma guerra e só é aprovado quem for à batalha e sair vencedor.



Às vezes sabemos o que Deus quer para nós, mas não enfrentamos a batalha.



• Muitos líderes caem porque não estão em guerra constante. Não podemos ser apanhados de surpresa. (Mt 26:41)



• Temos um inimigo que não dorme, não descansa, que traça planos diários para nossa derrota, mas, diz a Bíblia: "não deis lugar ao diabo". Nunca podemos baixar as armas           subestimarmos o inimigo perderemos a guerra. Nas vezes em que perdemos, é porque estamos fazendo coisas que Deus nunca nos pediu. Temos que cumprir o Seu propósito. Nada de ficar de férias de Jesus, ou de almejá-las.



• Davi era um homem segundo o coração de Deus. Venceu guerras e, sozinho, matou um gigante, mas pecou, pois deixou de fazer o que Deus mandou. Ele instruiu e treinou os soldados, mas não foi para a guerra. Cuidado com as “pausas” na vida cristã, pois todos que as fizeram sofreram consequências danosas.



• Davi ficou em casa dormindo até à tarde (2 Sm 11:2). O diabo aproveitou as "férias" de Davi e lhe armou uma cilada de adultério com Bate-seba, mulher de Urias. Urias, pelo contrario, se recusava a ficar em casa, sabendo que seus companheiros estavam no campo de guerra.



• Enquanto o povo estava em guerra, Davi estava em férias cobiçando e adulterando. Nesta "pausa", Davi ficou no palácio. Qual é o seu palácio, o lugar em que você descansa?



• O pecado é como uma bola de neve: começa pequeno e depois causa uma catástrofe. Por causa do adultério começou a desgraça para a vida de Davi. Ele planejou a morte de Urias, desviou o foco da visão de Deus e viveu debaixo de miséria. Instalou a maldição na casa da família real: incesto, homicídio entre irmãos, imoralidade, traição do seu próprio filho, etc.
. Davi esqueceu que deveria estar em constante guerra. Satanás lança argumentos e nos detém. Hoje Deus quer acabar com isso. Geralmente caímos por causa da "pausa". Em nada somos diferentes dos outros, nossa carne é carne. Estamos em luta, na linha de frente, e tudo que Satanás quer é nos derrubar. Qualquer pecado não coberto pelo sangue de Jesus é propriedade legal de Satanás.


• Satanás trabalha em nossas preferências tentando nos fazer parar. A psicologia chama de fantasias, mas a Bíblia chama de carnalidade. Os argumentos que o diabo usa devem ser quebrados agora, liberando nossa vida para tudo o que Deus quer fazer.

• As preferências vêm pelas janelas da alma - os órgãos do sentido. Esta geração tem os olhos carregados de adultério. O que Deus quer de nós? Que sejamos livres (1 Jo 2:15-16).


• Na época de Isaías o povo estava contaminado pelo que falava. Isaías teve seus lábios purificados (citar Isaías 6:7). Temos que fazer diferença. Se somos santos, o povo verá nossos lábios purificados.



• Deus só enviou Isaías depois que seus lábios foram purificados. Deus só nos usará quando formos purificados. Ele mesmo trará cura a nós.



• O pecado nunca é instantâneo. Ele é progressivo. Temos que renunciá-lo, pois ele quer nos seduzir sempre. Davi olhou pecaminosamente, alimentou o pecado e contaminou-se. Às vezes o lugar onde vivemos é o objeto de nossa contaminação. Quantos de nós já estamos contaminados! Nunca transfira seus pecados, confesse sempre, pois Salmos 42:7 (citar) diz que um abismo chama outro abismo.



• Qual a conseqüência do pecado? (Rm 6:23). A bênção é obstruída, perdida. Davi perdeu família, finanças, glória nos céus e guerras. Os argumentos do diabo voltaram. A maldição instalou-se na família dele (2 Sm 12 e 13). Às vezes erramos e pecamos, mas não nos arrependemos. Enquanto não confessarmos que erramos não há arrependimento genuíno. Precisamos nos arrepender, pois Deus nos ama e abomina o pecado.



• Davi perdeu a paz. A nossa intranqüilidade é sinal de pecado. O pecado é perdoado mas as consequências perduram. "Pequei contra Deus!" - Esta foi a visão de Davi: Eu feri a vontade de Deus. "Confessei-te" (em hebraico: fiz declaração pública e ordenada • "um após outro". Sl 32:5).



- Pecado tem nome. Não basta dizer: Ah, eu pequei muito! Deve-se dizer o Hoje é  pecado pelo nome. O Espírito Santo vai trazer consciência a você. Peniel. É um encontro face a face com Deus, onde você vai lutar e prevalecer.


5 - CONCLUSÃO

No início, talvez o pecado pareça agradável e lhe dê prazer, mas, concluída a sua trajetória, fica o seu rastro de destruição, angústia e perdas. O único caminho de livramento é a volta para Deus, com arrependimento e fé na morte expiatória de Jesus Cristo.

Enquanto eu calei o meu pecado, meu organismo sofreu as conseqüências. (Sl 32:3)

• Houve um tempo de aparências - às vezes dizemos que está tudo bem quando tudo vai mal. A alegria só lhe foi devolvida quando confessou.

• O pecado nos tira do centro das decisões, já não sabemos decidir. Deus quer que vejamos os atropelos do passado para que possamos romper com eles.

• O pecado destrói as nossas finanças. O reino de Davi entrou em deficiência financeira e não conseguiu romper com a locusta. No pecado não há cobertura espiritual.

• Davi se arrependeu! O que é arrependimento? (Pv. 28:13). Não é remorso. No remorso há choro, há sofrimento, mas depois volta e faz tudo de novo. No arrependimento há entrega total, rendição total, não há contra-argumentos. O arrependimento não é ressentimento, é uma dor profunda que vem por se reconhecer que pecou contra o Senhor, que foi cometido um ato terrível. É não querer nunca mais voltar a cometer o ato.

• Para a mudança acontecer tem que haver arrependimento. O arrependimento é uma dor profunda que nos faz decidir nunca mais voltar ao pecado. Todas as vezes que recebemos a proposta de pecado (tentação), nos lembramos da dor do nosso arrependimento e dizemos "não" ao pecado.

• Jesus se opõe a qualquer pessoa tolerante para com o pecado ( I Co 5:2; Gl 5:21).

• Somos santos que odiamos e aborrecemos o pecado. Deus quer que cresçamos com Ele e é preciso ter arrependimento hoje. Quando o pecado é lembrado com dor, há cura. Em Peniel você terá um encontro face a face com Deus. Chore em Sua presença. Hoje é dia de romper com o passado. Jesus deseja riscar o escrito da dívida que é contra nós (Col 2:12-15).


 
 

 

 
 

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ESTUDODABILBIA
Quem foi o profeta chorão?
DANIEL
JEREMIAS
SAMUEL
ELIZEU
Ver Resultados




ONLINE
3





Partilhe este Site...

SEJAM BEM VINDOS