PASTOR JORGE DE OLIVEIRA  
APREDENDO COM A CORSA
APREDENDO COM A CORSA

TEMA:

APREDENDO COM  A  CORSA – SALMOS – 42 -1-2

INTRODUÇÃO:

Uma comparação repleta de ensinamentos -Uma corça sedenta e exausta caminha pelo deserto. Logo, o animal avista a imagem de um lençol d’água sobre a areia. Começa a correr desesperada ao encontro da única substância que pode matar sua sede. 

A corça é um animal de pequena estatura, arisco e de costume migratório. E uma característica interessante: a corça não suporta o confinamento. 

É um animal dotado de olfato privilegiado que lhe possibilita sentir cheiro de água a quilômetros de distância. É capaz ainda de perceber, metros abaixo da superfície, a existência de um lençol de água. 

Em regiões desérticas da África e do Oriente Médio, empresas construíram quilômetros de aquedutos sob a superfície terrestre. E as corças sedentas, ao pressentirem a água jorrando pelo interior dos dutos, correm por cima das tubulações na tentativa de encontrarem a nascente, ou então um possível local por onde essas águas pudessem ser alcançadas. 

Certo poeta descreveu essa cena da corça farejando água, sob a areia do deserto, do seguinte modo: “Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, ... “ (Salmos 42:1-2). 

Já ouvi várias vezes que a corça tem muita sede e por isso anseia tanto pela água. Em cima dessa explicação, existem várias comparações aos cristãos, que têm sede da Palavra de Deus. Mas ouvindo uma ministração do Filhos do Homem, descobri outra relação entre a corça e a água. Eles disseram que com o passar dos dias, a corça começa a exalar um cheiro muito forte que atrai os predadores, e então ela precisa da água, para se lavar e não se tornar uma presa fácil. Nós também somos assim,  se não somos lavados, exalamos o cheiro de pecado, que atrai o inimigo. Por isso, nada além do sangue de Jesus para nos purificar,  


Note que nesta passagem, Davi faz uma comparação. A sede dele pelo Senhor era comparada ao anseio de uma corça pelas águas. Em se tratando de um homem “segundo o coração o de Deus”, creio que esta comparação pode servir de parâmetro para nossa própria busca. 

SL: 42 .1 -BRAMAR, não se trata de um anseio silencioso e  desejo intimo, mas um bramido audivel produzido  pela  agonia  da  sede, o desejo  e intenso e a extrema   sensação de necessidade.

Mas enfim, como é que a corça suspira e anseia pelas águas? 

É com desespero. Gritando, correndo, buscando, farejando. Com sede. Com olfato privilegiado para localizar a fonte certa. Continuamente, todos os dias. Não se permitindo acomodar e fugindo do confinamento.  A  nossa  alma tem sede  de Deus, anseia  pela  sua presença , a nossa alma  deseja  estar  na  presença  de  Deus.

E nós? Estamos desesperados por Deus? Temos sede de sua presença? 

Temos corrido, buscado e nos desesperado por mais dEle em nossas vidas? 

Temos buscado na fonte certa, diariamente? Ou temos nos contentado com a mediocridade do nosso "confinamento"? 

Cada um de nós pode ter seu próprio “confinamento”. Coisas que nos prendem e nos impedem de sair em busca da água fresca que tanto precisamos. Podem ser pessoas, situações ou até mesmo “pequenos reinos” que construímos para nós mesmos (“meu emprego”, “meu ministério”, “meu evento”, etc). 

Precisamos, como a corça, sair e correr. Precisamos de olfato aguçado para ir na fonte certa, que é Cristo. Afinal de contas, existem fontes sem água (II Pedro 2:17), e nuvens sem água (Judas 1:12). 

E lembremos das palavras do Mestre: “quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida." (Apocalipse 22:17) 
Como  a vida  da  corça  depdende  de  agua  a nossa  vida  depende  de Deus,  aqueles  que buscam e anseiam pelo  Senhor,  encontram  a  vida  eterna . Ao  sentir  separado  de Deus  , este  salmista não  descansou  até  que  restabelecesse  seu  relacionamento  com  Deus, porque  ele  sabia  que  sua  vida  dependia  disto.

Como  que  estar  o  seu  relacionamento  com  Deus ,  a  sua  intimidade  , como  que  estar  a  sua   adoração  com  Deus. Se  colocamos  um  termometro  em  muitos  aqui  nesta  noite , abaixo  de  zero  grau, crentes  pinguins .  hoje   e  noite  de  restabelecer  de restaurar  aliança  com  Deus, noite  de  aproximação  de  adoraçãoa Deus. (adore...  adore...  adore...)

HAB:  3-17-18 –

Habacuque afirmou que até  mesmo  nos tempos  de fome  e perda ele ainda se regozijaria no Senhor.Os sentimentos do profeta não  eram controlados pelos  eventos ao   seu  redor, mas ela  fé  na  habilidades que Deus tem  de  nos  fortalecer quando nada  mais  fizer  sentido, e as  dificuldades parecerem maiores do que  você pode  suportar, lembre-se de que  o Senhor é  aquele que  nos  dá  forças para  prosseguir. ( TIRE SEU  OLHAR DE  SUAS  DIFICULDADES E OLHE  PARA  DEUS.)

1)      EU ME  ALEGRAREI NO  SENHOR  E  EXULTAREI  NO  DEUS  DA MINHA  SALVAÇÃO AINDA QUE  A  FIGUEIRA  NÃO  FLORESÇA.

2)      AINDA  QUE NÃO  HAJA FRUTO  NA  VIDE

3)      AINDA  QUE  O PRODUTO DA OLIVEIRA MINTA

4)      AINDA  QUE  OS  CAMPOS NÃO PRODUZAM MANTIMENTO

5)      AINDA QUE  AS OVELHAS DA MALHADA SEJAM  ARREBATADAS

6)      AINDA  QUE  NOS  CURRAIS NÃO HAJA  VACAS

O PROFETA APRESENTA  O SEGREDOS  DE COMO  ELE PODERIA  CONSEGUIR  TAL  CONSAGRAÇÃO. HC:  3/19

1)      O  Senhor Deus  é  a  minha  força

2)      Ele  fará  os meus pés como  os  das  cervas ( corça )

3)      Ele  fára  andar  sobre  as  minha  alturas

 

Deus dará  força e confiança aos  seus  seguidores em  tempos dificeis. Serão  capazes  de  correr firmemente, como  as  corsas, em  terrenos  acidentados e perigosos. No  devido  tempo  Deus  trará  justiça e lebertará completamente o mundo do  mal.Enquanto isso , o povo  de  Deus  precisa viver  na  força de  seus Espírito, confiante em  sua  vitória  final sobre  todo  o mal.

 

Salmos  :  42 – Temos  quatro  apelo  à  alma?

1)      Porque  estás  abatida   ò minha  alma?

2)      Porque  te  pertubas  em  mim?

3)      Espera   em  Deus?

4)      Pois  ainda  o  louvarei  na  salvação   da  sua  presença

SL:  42/3  -  Depressão   da  alma , angustia

As  minhas  lágrimas  servem   de  mantimento  de  dia  e  noite  porquanto  me  dizem  constantemente (  onde  está  o  teu  Deus ?)

Dez  aspectos  da  intesidade  da  Busca:

Sl . 42/1-2 -  Assim  como  a  corça  brama  pelas  correntes  das águas , assim  suspira  a minha  alma por  ti, ò  Deus!  ( A  minha alma tem  sede  de  Deus, do Deus  vivo,  quanto  entrarei  e me  apresentarei  ante  a  face  de  Deus?

1)      A  alma  suspira (sl. 42/1)

2)      A lingua  seca  de  sede (IS.41.17,18)

3)      A  alma  desfalece  de  sede( Sl.107.5)

4)      A  carne  anseia  por  Deus  como  a  terra  seca e árida anseia  por  água (Sl.63.1)

5)      A  alma derrama-se  em  oração (Sl.42/4)

6)      Seguir  a Deus  de perto (Sl.63/8)

7)      A  carne  clama  por  ele ( Sl.84/2)

8)      Ansiar pelo Senhor mais  do que os  guardas pela  manhã (Sl.130.5,6)

9)      Ir  chorando  (Sl.42.3)

10)  Buscar  a  Deus  como  tesouros  escondidos ( Sl. 42.3 -126.5,6)

Conclusão:

A corça  gosta  de  alimentar-se  perto das águas, quando está  sendo  caçada , dirige-se  ao  rio,  fica  submersa  pelo  tempo  que  seu fôlego lhe  permite, então  nada  rio  abaixo, no meio do leito,  a fim   de  não  tocar  os  ramos  de  árvores  que  pendem  ambas  as  margens. Assim , ela  evita  que  os  cães de caça  farejem  seu  odor. As   vezes,  ela  permanece  na  água apenas  com  a  ponta  do  focinho para  fora,  ate ser  encontrada. Numa  perseguição  ela  fica  exausta,  aponto  de  desfalecer  e  ansiar  pela água  intensamente.

Ministração:  Convite  de  adoração, orações  por  livramentos,  confissão de pecados,encorajmentos  para  confiar  em Deus, 

.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ESTUDODABILBIA
Quem foi o profeta chorão?
DANIEL
JEREMIAS
SAMUEL
ELIZEU
Ver Resultados




ONLINE
3





Partilhe este Site...

SEJAM BEM VINDOS